Preço da cesta básica recua em 14 capitais, mas só em 5 custa menos de R$ 600
06/10/2023 15:04 em BRASIL

Moradores de 14 capitais brasileiras, entre 17 monitoradas em pesquisa mensal feita pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, o Dieese, pagaram menos pela cesta básica de alimentos no mês passado.

Brasília foi a capital que registou a maior queda, na comparação com agosto, de 4%.

Porto Alegre e Campo Grande aparecem na sequência, com recuos próximos a 2,5%.

As três capitais com alta no preço da cesta básica na passagem de agosto para setembro foram Vitória, Natal e Florianópolis

Falando em valores, a cesta mais cara no nono mês do ano foi registrada na capital catarinense, Florianópolis: R$ 747,64. Porto Alegre e São Paulo aparecem na sequência.

Em 5 capitais a cesta de setembro ficou abaixo de R$ 600: Natal, Salvador, Recife, João Pessoa e Aracaju – esta última a capital com a cesta mais barata do Brasil: R$ 532,34

Vale dizer que cestas das capitais do Norte e Nordeste têm a algumas diferenças em relação às demais, por questões de hábitos regionais, mas, comparando os preços da cesta mais cara, a de Florianópolis, com a mais barata, a de Aracaju, a diferença para a compra de itens básicos no Brasil é de R$ 215,30

Antes de terminar, vale registrar também que, entre janeiro e setembro, o custo da cesta básica diminuiu em 12 das 17 capitais monitoradas.

Os recuos mais expressivos, comparando os preços do primeiro mês com os preços do nono mês do ano, foram registrados em Goiânia, onde a queda beira 10,5%, e em Campo Grande e Brasília, onde a cesta de setembro custou cerca de 9% menos do que custava em janeiro.

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Fonte: R2

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!